Como pagar DPVAT, IPVA e Licenciamento?

Além de abastecer o veículo o proprietário brasileiro necessita arcar com outros compromissos financeiros por ter um bem na garagem. Os mais importantes são o IPVA, DPVAT e licenciamento, que devem constar tanto na agenda de datas como de pagamentos da organização financeira. Como pagar esses três? Saiba mais a seguir.

IPVA e DPVAT são pagos juntos

O Imposto Sobre Propriedade Veicular (IPVA) e o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) são cobrados em um mesmo boleto. A cobrança atrelada ajuda a uma chance de maior sucesso das vítimas de trânsito. A maior parte das pessoas ignoraria o seguro e não pagaria. 

Os dois boletos podem ser obtidos de algumas formas para serem quitados:

  • Unidades do Detran;
  • Sedes da Secretaria da Fazenda(Sefaz) em diversas cidades;
  • Através de convênio com o Bradesco em alguns estados;
  • No envio para a residência do contribuinte. 

Por conta de recentes fraldes no envio do boleto do IPVA o sistema está se tornando cada vez mais digital. Nos próximos anos a tendência é que os proprietários usem apenas o sistema digital. A ‘onda’ de boletos falsos causou diversos transtornos.

Como pagar o licenciamento?

O licenciamento é um dos compromissos anuais de suma importância para o dono de um automotor. Ele é o processo responsável por verificar a total condição do veículo de circular nas ruas sem por em risco a vida do motorista e seus passageiros. 

A taxa de licenciamento é de obrigação anual e está atrelada à emissão do Certificado de Registro e  Licenciamento do Veículo (CRLV). Este documento nem todos sabem o nome mas conhecem como “documento do veículo”. De porte obrigatório, necessita estar nas mãos do motorista para apresentação independente dele ser o dono do carro ou moto.

O veículo deve ser licenciado anualmente. Para isso paga-se a taxa, realiza-se a vistoria com os mecânicos do órgão público e depois o documento é emitido. A taxa deve ser paga antes diretamente em uma das unidades do Detran. 

Como o Departamento de Trânsito está muito digital é possível entrar no site do Detran de sua cidade e agendar o licenciamento. Tira-se o boleto, paga-se e depois é só agendar a vistoria. 

Há mais taxas a serem pagas ao Detran?

O Detran é um órgão público e não filantrópico. Por este motivo todos serviços são pagos. Mas obrigatórios temos apenas o IPVA, DPVAT e Licenciamento. Os demais são serviços e não taxas e devem ser pagos de acordo com a necessidade de cada um. 

As demais taxas cobradas possuem relação com as necessidades do contribuinte, seja ele proprietário de veículo ou não. Tirar uma segunda via de CRLV por exemplo, possui uma taxa. Assim como segunda via de habilitação, dentre outros. Segunda via de boletos para pagamento também não são pagas.

Mas há serviços gratuitos também. Consulta de multas de trânsito, pontuação, se todos os impostos forem pagos e se o veículo está legalizado através da placa são de graça. Basta acessar o site do Detran e informar os dados para consulta.

FONTE

This entry was posted in Blogging. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.