5 Dicas para organizar as dívidas para o próximo ano

Iniciar o ano sem dívidas é um dos feitos não alcançados por todos. O primeiro trimestre para algumas famílias é o de maior gasto. Mas dá para economizar e com planejamento e atitudes simples o saldo pode iniciar positivo. Como? Com algumas dicas a seguir.

O segredo de um bom planejamento financeiro

Todos os consultores e especialistas em finanças são unânimes: planejamento financeiro é a chave do sucesso. Quanto antes você começar a fazer melhor para evitar pagar juros sobre juros e iniciar mais um ano no vermelho.

O primeiro passo é fazer uma pequena tabela de gastos. Um caderninho? Pode ser. O importante é anotar seus gastos fixos e seu salário real ou renda familiar. Esta é a única forma de saber o quanto é gasto mensalmente de fato. Muitas pessoas se quer tem ideia de quanto do salário sobra depois de pagar as contas e por isso sempre andam com a conta no banco no negativo.

Gastos anotados tende guardar dinheiro em quantias fixas. Uma pequena poupança para pensar em planejamentos futuros ou necessidades extras. Nada pior que tapar um buraco de uma conta extra deixando algum boleto fora dos pagamentos e arcar com os juros no mês seguinte. 

Dicas para não iniciar o ano com dívidas

O novo ano começando também iniciam as dores de cabeças e cálculos longos para conseguir arcar com todos os débitos. É no último trimestre anual que acontece os maiores gastos, em especial com festas de fim de ano e férias com as crianças. Dá para passar por isso sem dívidas e pagar tudo em dia? Sim, com algumas dicas a seguir.

Separe o 13º para as contas extras do primeiro trimestre

O dinheiro é uma renda extra e não necessita ser gasto de imediato. Ao invés de buscar uma viagem de férias tente pagar a vista seus compromissos fixos. Para quem possui carro o Tabela IPVA RJ e dos demais estados é um dos gastos a serem cobrados logo nos primeiros meses do ano.

Pagamento à vista do IPVA fornece 10% de desconto e comprar material escolar à vista garante os melhores preços. 

Adie um pouco às férias

Viajar com a família é muito bom mas o primeiro trimestre é o período mais caro para isso. Que tal adiar um pouco e juntar a grana para pagar tudo à vista? Será menos um parcelamento nas costas.

Evite ao máximo parcelamentos longos

É muito comum o cliente de cartão de crédito se perder nas contas. São tantas parcelas pequenas que somando se tornam impagáveis. O melhor é comprar à vista para obter desconto ou parcelas em no máximo três vezes para conseguir controlar os gastos.

Faça uma poupança

Depósitos programados de poupança (pré agendados) acabam tornando a economia um gasto fixo. Com o tempo o cliente nem sente estar economizando e o dinheiro fica guardado para eventualidades. É uma forma de não recorrer ao cartão de crédito sem necessidade.

Evite a todo custo os empréstimos

As financeiras parecem as suas amigas mas os juros são gritantes. Em algumas financeiras chegam a mais de 11%, um número considerado absurdo de longo prazo. Tente a todo custo pagar devagar e parcelar mas nunca um empréstimo em banco ou financeira.

This entry was posted in Blogging. Bookmark the permalink. Both comments and trackbacks are currently closed.